Publicidade

Projetos

Plantas - Laje e piso

Corte detalhado orienta como devem ser os tratamentos dos sistemas para que haja precisão na instalação da caixilharia e impermeabilização. Em obras que exibem laje exposta, a execução deve ser impecável

Por Isadora Macedo
Edição 103 - Fevereiro/2017
 

Irregularidades na superfície que recebe a caixilharia podem ser a origem de muitas patologias. Vazamentos são comuns nas frestas que eventualmente forem detectadas entre os perfis. Quando o vão é uma parede rebocada e pintada, por exemplo, fica mais fácil corrigir eventuais problemas na nivelação da superfície antes da instalação do caixilho. Nessa obra, projetada pela arquiteta Bárbara Becker em Pato Branco (PR), a laje exposta constitui um elemento dificultador. Caso não fosse executada conforme o corte abaixo, certamente teria tido problemas na instalação dos perfís de alumínio que fecham as sacadas. O tratamento da laje na parte superior, em contato com o ambiente externo e as intempéries, também está detalhado neste corte (veja à direita), com identificação de cada camada de proteção anti-vazamentos.

 

Clique aqui para ampliar a imagem

 

Conteúdo exclusivo para assinantes da Equipe de Obra

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos

Publicidade