Publicidade

Obras

Passo a passo - Instalação de forro de drywall em áreas secas

Conhecido e difundido no mercado, o gesso acartonado é considerado mais prático e eficiente do que o gesso comum

Allaf Barros
Edição 104 - Fevereiro/2017
Divulgação
Forro de drywall com luminária embutida, projeto da arquiteta Ana Yoshida para apartamento em São Paulo

Uma chapa de gesso revestida com celulose, o gesso acartonado é parafusado em estrutura metálica de aço galvanizado e sustentado por pendurais fixados nos elementos de suporte. Geralmente é utilizado no acabamento de espaços internos e podem embutir instalações, rebaixar tetos, entre outros.

O coordenador técnico da Trevo Drywall, Wenderson Lobo, explica que o que diferencia o gesso comum do drywall é que esse segundo é bem mais resistente e produz uma quantidade menor de resíduos durante a obra. 'As placas não amarelam, o que é um problema comum quando o forro é de gesso. Elas também permitem a inclusão de isolamento termoacústico, bem como a fixação de prateleiras, suportes, armários e até redes de dormir', diz.

São quatro os tipos de forro em drywall: o estruturado, perfurado, aramado e removível.

Conteúdo exclusivo para assinantes da Equipe de Obra

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos

Publicidade