Publicidade

Materiais e ferramentas

Cimento não é tudo igual, não!

Você precisa saber qual cura mais rápido, o de maior resistência, o melhor para argamassas e assim por diante

Reportagem: Gisele Cichinelli
Edição 16 - Março/2008

USE CORRETAMENTE O CIMENTO
Fotos: Marcelo Scandaroli» Cuidado com o excesso de água, um dos pontos mais importantes do preparo de concretos e argamassas
» Se você não dispuser de medidores de vazão, utilize um recipiente com o volume conhecido que possa ser tomado como base para dosá-la na quantidade indicada
» Adense o concreto com o vibrador na posição vertical, na massa de concreto, sem encostá-lo nas fôrmas e armaduras
» Para obter uma cura correta é importante manter as argamassas e os concretos úmidos, molhando-os com uma mangueira ou com um regador ou então cobrindo-os com sacos molhados (de estopa ou do próprio cimento)
» O processo de cura deve levar pelo menos sete dias
» Ao molhar o concreto ou a argamassa no primeiro dia tome muito cuidado para não danificar a superfície, evitando jorro, escorrimento e danos similares

MANTENHA AS EMBALAGENS FECHADAS
» Após retirar a quantidade desejada, mantenha o saco de cimento sempre fechado
» As embalagens de cimento são grossas e não ficarão completamente vedadas apenas dobrando as suas extremidades.Use prendedores ou grampos para facilitar essa operação
» Os sacos são de papel "Kraft", permeáveis.Portanto, deixe-os longe da água
» Armazene as embalagens em locais secos e protegidos do sol e da chuva, empilhando-as sobre estrados também secos e em pilhas com no máximo dez sacos de altura
» Em paletes, não faça pilhas com mais de 24 sacos
» Mantenha as pilhas (seja as de sacos ou de paletes) afastadas de paredes e separadas entre si, de forma que permitam fácil acesso à inspeção e à identificação de cada lote
» O saco de 50 kg só pode ter até meio quilo a menos, porque pode ter ocorrido problema na hora de embalar. Se estiver faltando mais do que isso, troque

 

Colaboraram: geólogo Arnaldo Battagin, chefe dos laboratórios da ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland),
engenheira Inês Battagin, superintendente do Comitê Brasileiro de Cimento,
Concreto e Agregados da ABNT e Luiz Otávio Maia Cruz, gerente de produto da Holcim

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2

Publicidade