Ladrilhos hidráulicos | Equipe de Obra

Publicidade

Materiais e ferramentas

Ladrilhos hidráulicos

As peças podem ser aplicadas em paredes, áreas internas e externas. Conheça os tipos, o material utilizado e todos os cuidados na hora do assentamento e armazenagem

Reportagem: Thays Tateoka
Edição 19 - Setembro/2008

Divulgação: Dalle Piagge
Os ladrilhos hidráulicos fizeram muito sucesso nas décadas de 30 e 40 e, bonitos e versáteis (podem ser aplicados em várias áreas com diversos desenhos), começam a cair de novo no gosto das pessoas.  Por serem produzidos um a um, os ladrilhos são vendidos sob encomenda e é preciso cuidados extras na armazenagem e assentamento: as peças devem ser guardadas sobre paletes face a face e ser assentadas no estágio final da obra, para evitar que sujem ou quebrem devido à porosidade do ladrilho. A aplicação em calçadas e áreas públicas dispensa a resina protetora, mas a área também deve estar livre de sujeiras.

Normalmente o assentamento é feito com junta seca, sendo as peças colocadas próximas uma das outras. Caso o cliente opte pela colocação rejuntada, deverá utilizar rejunte especial fornecido pelo fabricante. Veja a seguir como assentar esse tipo de revestimento.

Fotos: Thays Tateoka

Desenhos e formas
A partir da escolha do molde, é possível criar as mais diversas cores e paginações: borda, tapetes, contínuos, florais, patchwork* e acabamento de rodapé. No processo de montagem, o fabricante ou arquiteto deve fornecer a planta para facilitar o assentamento.
* trabalho artistico com retalhos e sobras

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Thays Tateoka
Características técnicas
Os ladrilhos hidráulicos são fabricados artesanalmente, em moldes de ferro. São feitos com cimento branco, quartzo, diabásio e pó-de-pedra. Podem ser coloridos normalmente com até cinco tons, com base em 30 cores de tinta.

Os produtos levam o nome de ladrilho hidráulico porque passam cerca de oito horas debaixo d'água para a cura.

A espessura das peças varia de  2 cm a 3 cm e o tamanho padrão  é de 20 cm x 20 cm com resistência à tração na flexão de até 5 MPa.

Os ladrilhos possuem alta durabilidade desde que a instalação e manutenção sejam feitas de acordo com a orientação do fabricante.

As normas técnicas dos ladrilhos são: NBR 9457 - Ladrilho Hidráulico; NBR 9459 - Ladrilho Hidráulico - Formatos e Dimensões; NBR 9458/86 - Assentamento de Ladrilho Hidráulico.

Passo-a-passo

Fotos: Marcelo Scandaroli
Material utilizado e equipamentos de segurança:
Luva, óculos de segurança, máscara, desempenadeira de aço, desempenadeira denteada, régua de alumínio de 1 m, colher de pedreiro, uma caixa de massa e trincha. Para o acabamento: rolo de pêlo curto, resina especial (fornecida pelo fabricante) e pano úmido alvejado limpo.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Preparação do contrapiso
1 Com o contrapiso nivelado e limpo faça uma camada de argamassa de aproximadamente 1 cm de espessura. Utilize a caixa de massa para evitar sujar o espaço e a desempenadeira denteada. No caso de peças com tons claros como bege, branco e craft-claro, opte pelo uso de argamassa branca.

 

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Nivelamento das peças
2
 O ladrilho possui de 2 cm a 3 cm de espessura e a diferença tolerável entre as peças é de até 2 mm.  Essa diferença deverá ser tirada durante o assentamento, colocando mais ou menos argamassa na face interior do ladrilho. Fique sempre atento para que as peças estejam com a mesma altura. Importante: certifique-se de que as pontas do ladrilho também estão com argamassa, para evitar que as peças trinquem depois de assentadas.

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>