Publicidade

Planejamento

Impermeabilizar sem poluir

Alguns resíduos gerados na impermeabilização com mantas asfálticas são perigosos para o meio ambiente. Veja como realizar o serviço e diminuir os impactos na natureza

Reportagem: Jamila Venturini
Edição 35 - Maio/2011

Antes de iniciar a obra, consulte o projeto de impermeabilização. Ele contém a área que deve ser impermeabilizada, indica os produtos mais adequados para cada situação e os procedimentos necessários para o trabalho. Isso aumenta a vida útil da impermeabilização e reduz a necessidade de reexecutar serviços.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli

Se possível, planeje as entregas de acordo com o andamento da obra, evitando armazenamento prolongado e o risco de vencimento do produto. Respeite as orientações do fabricante ao estocar mantas, primers e outros materiais usados na impermeabilização. Nunca deixe embalagens abertas e mal-acondicionadas, pois isso pode comprometer a qualidade do produto e gerar resíduos desnecessários.

Fotos: Marcelo Scandaroli

Faça o cálculo correto do produto a ser utilizado e oriente a equipe para não desperdiçar materiais. Caso seja necessário material complementar, dê preferência às embalagens menores. Isso evita o consumo desnecessário de matérias-primas e reduz a quantidade de resíduos da atividade.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli

Eventuais sobras de material podem ser utilizadas em reforços de tubos, ralos, fixações de equipamentos e rodapés. Uma alternativa é doar os descartes e sobras para que sejam utilizados em outra obra.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli

A manta asfáltica não contamina a água. Se não estiver muito suja, a água utilizada no teste de estanqueidade pode ser reaproveitada em outros processos da construção, inclusive como água para produção de argamassa.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Fotos: Marcelo Scandaroli

Para algumas aplicações específicas, como a impermeabilização de coberturas, já existem mantas autoadesivas que dispensam o uso do maçarico e, muitas vezes, o do primer na aplicação. Para escolher o produto mais adequado considere o local a ser impermeabilizado, o custo da obra, o cronograma etc.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli

Hoje o mercado dispõe de primer à base de solvente e à base de água. O primer base solvente é inflamável e requer cuidados especiais na aplicação, já o primer base água minimiza os riscos ao meio ambiente e ao trabalhador.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli

Primers e asfalto diluído podem contaminar o solo e a água, se descartados sem cuidados na natureza. Separe os resíduos de produtos mais perigosos ao meio ambiente para que sejam encaminhados para aterros especializados (aterros classe I), para incineração ou para reaproveitamento em cimenteiras.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli

 

Apoio técnico: Camila Silva Medeiros, Nathália Chaves Lopes e Emil Fehr, da Ciplak Impermeabilizantes; Eliene Ventura, da Vedacit/Otto Baumgart; Marcos Storte, da Viapol; Tolentino Soares de Souza, do Senai Orlando Laviero Ferraiuolo.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos

Publicidade