Publicidade

Obras

Matacões

Saiba como esses grandes blocos de rocha interferem nos trabalhos da construção civil e aprenda a lidar com eles

Reportagem: Rodnei Corsini
Edição 41 - Novembro/2011

Acervo:  Àlvaro dos Santos
O que são e onde ocorrem

Os matacões são blocos de rocha que podem ser subterrâneos ou superficialmente expostos. Geralmente têm formato arredondado, moldados pela ação de intemperismos - variação de temperatura, ação de ventos e da água de chuva e das águas residuais presentes no solo do entorno. Hiroshi Paulo Yoshizane, professor da Faculdade de Tecnologia da Universidade Estadual de Campinas (FT-Unicamp) explica que, no subsolo, eles podem ocorrer lado a lado ou um acima do outro.

 

 

 

C. Macedo / D. Lemos / F. Lindner / K. dos Santos/
Problemas na construção civil

O geólogo Álvaro dos Santos explica que, na construção civil, esses blocos rochosos criam problemas especialmente em três situações: fundações, encostas naturais e taludes e serviços de terraplenagem. "Para as fundações profundas, são um impedimento físico de difícil superação", diz. No caso de encostas e taludes, há riscos de os matacões rolarem e atingirem edificações ou veículos, por conta do descalçamento promovido por intervenções de engenharia. E, na terraplenagem, são obstáculos que complicam e atrasam os serviços.

 

Seregam/Shutterstock
Qual o tamanho deles

De acordo com a norma NBR 6502 - Rochas e Solos, os matacões são pedaços de rocha com diâmetros médios variando de 20 cm a 1 m. "Mas a prática geotécnica consagrou o entendimento de que os matacões correspondem a grandes blocos isolados de rocha, com diâmetros médios variando de algumas dezenas de centímetros a vários metros", diz o geólogo Álvaro Rodrigues dos Santos, consultor e diretor presidente da ARS Geologia.

 

Horst Petzold/Shutterstock
Atrativos

Apesar dos problemas que trazem para a obra, Santos lembra que os matacões foram e podem ser muito úteis na construção. "Eles já foram uma das primeiras fontes de blocos de rocha para fins construtivos. Hoje, são considerados atrativos estéticos e paisagísticos", pondera.

 

 

Fonte: adaptado do livro "Patologia das Fundações", de Jarbas Milititsky, Nilo Cesar Consoli e Fernando Schnaid (Oficina de Textos)
Investigação do solo

Matacões podem gerar problemas de interpretação nas sondagens, além de interferir na construção de fundações para as edificações. "Uma investigação geotécnica equivocada somada a um projeto mal-elaborado pode levar a uma falsa interpretação do perfil geotécnico, induzindo a uma solução de fundação não compatível com o comportamento da massa de solo", explica Lucas Constâncio, engenheiro geotécnico da Helix Engenharia e Geotecnia.

 

Prevenção

Na grande maioria dos casos, a sondagem a percussão acaba indicando de maneira eficiente a presença dessas rochas no subsolo. "Com uma quantidade adequada de pontos de investigação, analisando os perfis de sondagem, teremos artifícios para caracterizar as anomalias da investigação e descobrir se teremos matacões no terreno", diz Constâncio. Ele alerta que, em função do porte da obra, deverão ser feitas investigações geotécnicas que possam caracterizar de forma mais eficiente a presença dos matacões, as suas dimensões e a continuidade no maciço - por meio, por exemplo, de sondagens rotativas.

 

Acervo Álvaro dos Santos
O que fazer quando encontrá-los

Durante as escavações do terreno, o construtor poderá se deparar com matacões não identificados nos trabalhos de sondagem. "Quando isso acontece, é importante entrar em contato imediatamente com projetista das fundações para que compareça ao local e verifique as condições reais do problema", explica Lucas Constâncio. Somente assim o projetista poderá solicitar uma investigação adicional do solo ou readequar seu projeto de forma segura. Entre as soluções geralmente adotadas estão a fixação, o chumbamento, a desagregação química ou até mesmo a reformulação do projeto.

 

Ekaterina Garyuk/Shutterstock
Investigar com método

A primeira caracterização do terreno deve ser feita a partir de pesquisa em livros técnicos, análise de imagens e fotos aéreas do local e métodos rotineiros investigativos de campo. "Sem esse trabalho preliminar o uso de sondagens aleatórias pode trazer mais problemas do que soluções - custos elevados de investigação, interpretações equivocadas do solo, escolhas indevidas de soluções de engenharia", alerta Santos.

 

Declives

Em áreas florestadas, Santos explica que os matacões costumam estar escondidos por troncos de árvores e enraizamentos, ou envoltos pela vegetação densa, e por isso não são facilmente detectáveis. Seu rolamento encosta abaixo pode acontecer por conta de desmatamento, erosão de sua base de apoio no solo ou descalçamento direto. O problema pode ser resolvido por sua contenção ou por sua remoção. "Caso se escolha removê-los, deve-se avaliar cuidadosamente o risco de promover o descalçamento de outras estruturas acima deles", alerta Santos.

 

Destaques da Loja Pini
Aplicativos

Publicidade