Ferramentas para drywall | Equipe de Obra

Publicidade

Materiais e ferramentas

Ferramentas para drywall

Uso de produtos adequados e de qualidade garante instalação correta de paredes e forros de drywall. Conheça cada um deles

Reportagem: Gisele C. Cichinelli
Edição 42 - Novembro/2011

Shutterstock \ Dimitry Naumov
Resultado final muito melhor, bom desempenho do sistema e, ainda de quebra, maior produtividade ao instalador durante as várias etapas de montagem de forros e paredes de drywall. Tudo isso só é possível com ferramentas adequadas e corretamente usadas.

Um dos erros mais comuns na instalação, segundo Carlos Roberto de Luca, consultor técnico da Associação Brasileira de Fabricantes de Chapas para Drywall, é a substituição da parafusadeira pela furadeira na hora de realizar serviços de parafusamento. "Só a parafusadeira possui velocidade e regulagens corretas para essa tarefa", observa, lembrando que parafusos mal-instalados podem provocar danos nas placas, causando problemas estruturais no sistema.

O ferramental para montagem de drywall divide-se em seis categorias: medição e marcação; corte e furação; desbaste; fixação; acabamento e equipamentos auxiliares. A seguir, confira quais são as ferramentas necessárias para cada etapa de montagem do sistema e suas funções:

Corte e Furação

Fotos: Marcelo Scandaroli
Furadeira

Ferramenta utilizada na furação de chapas e perfis, inclusive na utilização de serra-copo.

 

 

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Estilete ou faca retrátil

Efetua cortes retos e elimina rebarbas em recortes nas chapas.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Serrote de ponta

Realiza pequenos recortes nas chapas de gesso.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Serrote comum

Usado para fazer cortes retos das chapas e nos reforços de madeira.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Serra-copo

Ferramenta fundamental para execução de aberturas para caixas de eletricidade e furação para terminais de instalações hidráulicas. Disponíveis no mercado em vários diâmetros, de acordo com sua finalidade.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Tesoura corta-perfil

Usada para cortar perfis de drywall.

 

 

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Tesoura corta-arame

Usada na execução de forros, auxilia na tarefa de corte dos tirantes durante a tarefa de fixação desses elementos à laje.

 

Medição e Marcação

Fotos: Marcelo Scandaroli
Trena

Ferramenta fundamental em diversas etapas da montagem de paredes e forros, serve para indicar medidas como distâncias entre as paredes, verificar comprimento das chapas e perfis, marcar o local onde será fixada a guia metálica horizontal e o local onde serão fixados os montantes, entre outras utilidades.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Cordão ou fio traçante

O fio de algodão é usado para demarcação da posição de guias, cantoneiras e tabicas. O pó colorido é vendido em bisnagas, separadamente.

 

 

 

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Nível laser

Marca com precisão nível, prumo e alinhamento. Sua operação é simples e muito rápida, substituindo com vantagem ferramentas tradicionais como nível de mangueira e prumo com cordão e peso.

 

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Nível de bolha

Usado para nivelamento de peças menores, como reforços internos e suportes de instalações hidráulicas. Níveis metálicos com base imantada facilitam essa tarefa. Disponíveis em tamanhos que variam de 30 cm a 200 cm.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Esquadro

Usado para verificar esquadro e demarcar ângulos de 90°.

 

 

 

 

DESBASTE

Fotos: Marcelo Scandaroli
Plaina desbastadora

Com esse equipamento, é possível eliminar irregularidades em bordas de chapas cortadas, permitindo um acabamento melhor desses elementos.

 

 

FIXAÇÃO

Uli Retiz/Hilti Corporation
Pistola finca-pino

Ferramenta usada para a fixação de guias, montantes, cantoneiras, tabicas e pendurais em lajes de concreto (no caso de forros) e para a fixação do perfil metálico no chão e do elemento multifunção nas paredes (no caso de paredes).

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Alicate puncionador

Usado na fixação e travamento dos perfis metálicos. Há dois modelos principais: acionamento com duas mãos (foto à esquerda) e acionamento com uma só mão (à direita).

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Parafusadeira

Equipamento indispensável, realiza com precisão o parafusamento das chapas nos perfis e dos perfis entre si. Opera com velocidades de 0 a 5 mil rotações por minuto e possui regulagem de profundidade e reversor.

 

ACABAMENTO

Fotos: Marcelo Scandaroli
Espátulas metálicas

Usadas na etapa de tratamento de juntas e de recobrimento das cabeças dos parafusos. Disponíveis em várias larguras, também podem ser encontradas com "bit" (ponta Phillips) para reaperto e ajuste dos parafusos.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Desempenadeira metálica

Indicada para tratamento de juntas mais largas, como as de topo, essa ferramenta, por possuir base mais larga, também auxilia no transporte de massa até o local onde será aplicada.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Espátulas metálicas para canto de 90°

Tanto os modelos para canto interno quanto para canto externo permitem a execução da junta de canto de uma só vez.

 

EQUIPAMENTOS AUXILIARES

Fotos: Marcelo Scandaroli
Martelo

Ferramenta usada em várias etapas da instalação de paredes e de forros, como na fixação das guias e colocações e encaixes de buchas, por exemplo.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Alicate comum

Facilita o manuseio do arame durante a fixação do forro na laje e ajuda a desamassar perfis e a retirar parafusos.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Localizador de perfis

Por meio de ímã, localiza os perfis estruturais em paredes, forros e revestimentos prontos em casos de necessidade de fixação de cargas e execução de aberturas para reparos de instalações internas e colocação de reforços.

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Levantador de chapas

Posiciona corretamente e prende com facilidade as chapas a serem parafusadas em estruturas de paredes e revestimentos.

 

 

 

Fotos: Marcelo Scandaroli
Cinto porta-ferramentas

Mantém o acesso fácil às ferramentas e parafusos sem comprometer a movimentação do montador.

 

Apoio técnico: Carlos Roberto de Luca, consultor técnico, Luiz Antonio Martins Filho, gerente-executivo e Allen Dupré, coordenador de comunicação da Associação Brasileira dos Fabricantes de Chapas para Drywall.