Banheiro de obra | Equipe de Obra

Publicidade

Obras

Instalações Provisórias

Banheiro de obra

Planejamento de instalações hidrossanitárias deve considerar número de funcionários da obra e seguir regras da norma NR-18

Reportagem: Renato Faria
Edição 43 - Janeiro/2012

O banheiro do canteiro de obras precisa ser um lugar que ofereça conforto aos usuários. Para isso, o número de vasos sanitários, mictórios e chuveiros, por exemplo, deve ser compatível com a quantidade de funcionários que trabalham na construção. Além disso, o local deve ser mantido sempre limpo e em condições satisfatórias para que qualquer pessoa possa usá-lo.

Mesmo que a implantação de um banheiro adequado seja um pouco mais cara do que a de um banheiro de obra precário, o investimento vale a pena. Ele deve ser planejado previamente, com detalhes e sem improvisos, considerando as diretrizes da Norma Regulamentadora nº 18 (NR-18), do Ministério do Trabalho. Ela estabelece os critérios mínimos de conforto para os banheiros dos canteiros, características dos espaços, os materiais a serem usados, quantidades mínimas dos equipamentos, etc. Além disso, se a fiscalização aparecer no local e notar que o banheiro não segue a NR-18, pode até multar a obra e obrigá-la a adequar suas instalações. Aí, o barato sai caro.

A equipe técnica da construtora Even, por exemplo, desenvolveu projetos padronizados de implantação de canteiros para 160, 240 e 360 pessoas. Se houver alguma exceção, explica Marcello Zapparoli, diretor técnico da construtora, o canteiro é dimensionado pela equipe da segurança no trabalho e pelo engenheiro da obra e submetido à aprovação do gerente geral de obra. "A implantação é [feita] em uma área de não interferência [na obra] e de maior possibilidade de permanência", afirma.

 

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS BANHEIROS

A seguir, mostramos como deve ser e o que deve ter um banheiro de obra bem planejado, de acordo com as diretrizes da NR-18.