Publicidade

Obras

Passo a passo: concretagem manual

Técnica de enchimento manual de lajes e elementos em concreto é útil para serviços em locais onde os equipamentos não conseguem chegar

Reportagem: Giovanny Gerolla
Edição 54 - Dezembro/2012

Embora os equipamentos para mistura, transporte e lançamento de concreto sejam cada vez mais comuns nos canteiros de obra, ainda há situações que exigem o enchimento manual de lajes ou outros elementos de concreto. É o caso, por exemplo, de locais muito confinados ou cujo volume de concreto a ser utilizado não justifique a contratação de tantos equipamentos.

A concretagem manual é um trabalho pesado, que geralmente demanda o trabalho de muitos operários. É sempre necessário consultar o engenheiro projetista de estruturas para saber qual é o traço do concreto, com a respectiva resistência a ser obtida. 'A água nunca deve ser medida a olho, diretamente com a mangueira', alerta José Miguel Evangelista, professor do curso de alvenaria e revestimentos da escola Orlando Laviero Ferraiuolo, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Segundo ele, o peso máximo de água a ser adicionado na mistura não pode ultrapassar 60% do peso de cimento.

O professor explica que a concretagem deve ser feita de uma só vez, não sendo recomendável fazer em duas ou mais etapas. Além disso, é preciso seguir as orientações para a cura, com procedimentos para evitar a rápida evaporação da água.

Conteúdo exclusivo para leitores
cadastrados ou assinantes da plataforma Equipe de Obra

Ainda não é um assinante PINI?
Escolha uma das opções abaixo e faça já sua assinatura.

Publicidade