Publicidade

Obras

Raio X

Subcoberturas

Indicadas para aumentar o conforto térmico dos ambientes, impedindo variações bruscas de temperatura, mantas também podem ajudar a proteger madeiramento da estrutura do telhado

Reportagem: Juliana Martins
Edição 54 - Dezembro/2012

Instalada entre os caibros e as telhas, a subcobertura funciona como barreira física à entrada de água pelo telhado e como barreira térmica, reduzindo a transferência de calor para o ambiente. O material ainda proporciona maior vida útil ao telhado por evitar que a madeira fique em contato com a água caso uma telha quebre, por exemplo. Numa situação assim, a subcobertura levaria a água até as calhas ou pingadeiras.

Em edificações térreas ou de poucos pavimentos, a cobertura é dos elementos mais expostos às trocas térmicas com o exterior, o que é importante quando se deseja minimizar as perdas de calor durante a noite, no inverno, ou os ganhos de calor durante o dia, no verão. A instalação é normalmente simples e não requer mão de obra especializada.

Ilustração: Daniel Beneventi

 

1. Caibros
Cria distanciamento entre a telha e a manta. O espaçamento adequado entre eles é de 30 cm a 50 cm

2. Testeiras
Superfície na extremidade do beiral em todo o perímetro do telhado. Também conhecida como tabeira, fica nivelada com os caibros

3. Tesouras
Suportam a carga do telhado. São colocadas no mesmo sentido dos caibros

4. Contracaibro
Ripas dispostas no sentido dos caibros por cima da manta. Fixam a subcobertura e separam a ripa da manta, permitindo o escoamento da água

5. Ripas
Sustentam as telhas

6. Terças
Elementos de ligação entre as tesouras

7. Junções
»
A sobreposição deve ser de no máximo 10 cm, sempre de baixo para cima, por fiada - desde o beiral até a cumeeira. Como não são coladas, se houver muito vento a manta pode ficar batendo. Por isso, pode-se colocar uma fita adesiva acrílica nesses pontos
» A superfície de apoio deve estar livre de objetos perfurantes. Se houver calha, o ideal é que as mantas se estendam até o fundo dela

8. Superfície de alumínio
»
Se o objetivo for proteger o madeiramento, o alumínio deve ficar virado para cima. Se o foco for o isolamento térmico, deve ficar virado para baixo. No entanto, a parte de cima recebe poeira e sujeira, o que altera o desempenho. Assim, é recomendado o uso da dupla face
» Em geral, a distância entre a subcobertura e o forro ou a laje deve ser de no mínimo 2 cm
» A distância entre a manta e o telhado deve ser de entre 2 cm e 10 cm. No caso das telhas de fibrocimento e/ou aço galvanizado a distância da onda da telha é suficiente
»Para fixação não se pode colocar pregos na manta, ou o vento poderia causar rasgos. O correto é usar uma ripa por cima para prensar a manta

9. Rolo
As mantas são entregues em rolo e só devem ser desdobradas durante a instalação

TIPOS DE MANTAS
Ilustração: Daniel Beneventi Face simples
»
Alumínio: película de alumínio refletiva
» Polietileno: filme impermeável que impede a infiltração de água
» Tela de reforço: proporciona resistência mecânica
Ilustração: Daniel Beneventi Dupla face
»
As camadas duplas de alumínio e polietileno reforçam a manta e propiciam proteção adicional.
» A segunda camada protege contra agressões da maresia, poluição, cimento, metais e outros agentes, aumentando a vida útil
Ilustração: Daniel Beneventi Dupla face - reforçada
»
Se as duas faces de alumínio forem combinadas com uma camada de fibra de vidro, o produto ganha maior durabilidade e estabilidade dimensional.
» São indicadas como barreira à propagação do fogo

 

 

Destaques da Loja Pini
Aplicativos

Publicidade