Publicidade

Obras

Parede-diafragma

Confira todas as etapas de construção desse tipo de tecnologia para contenção de taludes

Reportagem: Giovanny Gerolla
Edição 57 - Março/2013

Paredes-diafragma são uma tecnologia de contenção de solos normalmente associada a tirantes. No entanto, nem sempre as condições de resistência do solo e de recuo de terreno em relação a construções vizinhas permite o uso de tirantes.

Ainda assim, essa tecnologia pode ser viável, conforme explica o engenheiro Fadi Tanios El Khouri Hanna, da Sages Engenharia. "Escavamos o solo até encontrar rocha ou solo firme, onde o travamento das paredes é feito. Depois, isolamos o buraco escavado com chapas-espelho metálicas e concretamos, retirando as chapas à medida que se dá a cura do concreto."

Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli

Passo 1
As ferragens são preparadas em lamelas, neste caso com 2,5 m de largura. Prontas, devem ser armazenadas de modo que não fiquem sujas de terra ou lama.

Foto: Marcelo Scandaroli

Passo 2
Em todo o perímetro, canaletasguia ajudam a orientar a escavação com clamshell. Elas são formadas neste caso por duas vigas de concreto armado com 1,10 m de altura, paralelas e distantes 43 cm entre si. Ao final do processo, elas são destruídas.

Foto: Marcelo Scandaroli

Passo 3
A escavação é feita com o guindaste clamshell. Neste caso, a profundidade atingida é de 12 m. As aberturas são feitas a cada 2,5 m, onde as lamelas metálicas serão inseridas. A lama retirada é depositada até secar e, depois, é levada para fora do canteiro.

Foto: Marcelo Scandaroli

Passo 4
As lamelas metálicas são içadas por guindaste e inseridas nos pontos escavados.

Foto: Marcelo Scandaroli

Passo 5
Nas alças das armaduras são passadas travas de segurança que as mantêm suspensas 20 cm em relação ao fundo do buraco escavado para que o metal não toque a terra.

Foto: Marcelo Scandaroli

Passo 6
O tubo por onde a paredediafragma será concretada é içado pelo guindaste e direcionado para o ponto central da armadura. Ele deve atingir o ponto mais profundo da escavação, uma vez que a concretagem acontece de baixo para cima.

 

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>

Publicidade