Publicidade

Materiais e ferramentas

Eletricidade

Caixa de ferramentas

Capacidade de isolação é o principal requisito de segurança. Veja quais são e quando são usados os principais instrumentos dos eletricistas

Reportagem: Gisele Cichinelli
Edição 60 - Junho/2013

A capacidade de isolação é o primeiro item a ser observado numa ferramenta usada em instalações elétricas. Mesmo sendo obrigatório sempre trabalhar com o circuito desligado, é imprescindível contar com ferramentas com isolação para 1.000 V.

Sempre use a ferramenta correta, pois o uso indevido pode provocar acidentes e deterioração precoce do instrumento. A boa execução e a segurança dependem diretamente da qualidade e, no segmento de elétrica, preços baixos estão quase sempre associados a produtos com menor resistência física e menor capacidade de isolação.

Ao trabalhar, use corretamente os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e mantenha as ferramentas a distância segura do corpo.

COMO COMPRAR

- Desconfie de produtos com preços muito baixos, que podem ter qualidade inferior
- Verifique sempre o nível de isolamento das ferramentas, que deve ser de, no mínimo, 1.000 V
- Prefira fabricantes bem referenciados no mercado
- Procure participar de eventos como feiras, onde é possível conhecer, testar e esclarecer dúvidas sobre novas ferramentas
- Confira se as ferramentas possuem certificado de qualidade e se atendem às normas técnicas


Lanterna de cabeça Alicate de corte diagonal
Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli

Item de segurança, permite ao eletricista trabalhar com mãos livres. Indicada para situações em que a luz ambiente é restrita - até mesmo devido à necessidade de desligar o circuito elétrico.
Com bico mais curto, facilita cortes rentes. O corte de condutores rígidos deve ser feito com muito cuidado, com uso de óculos e virando a ferramenta em direção ao solo, pois a parte excedente geralmente é lançada longe ao ser cortada.

Alicate de bico chato Alicate prensa terminal
Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli
Permite conduzir e introduzir a ponta de cabos em componentes, como disjuntores - e auxilia na emenda de condutores.
Prensa terminais e dá bom acabamento final às pontas dos condutores que serão fixados em componentes eletroeletrônicos, como quadros de distribuição.

Alicate decapador Alicate universal
Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli
Disponível em vários formatos e modelos (com decapagem lateral ou frontal), remove a seção isolante de cabos flexíveis. Proporciona execução rápida em aplicações distintas (como decapagem de rabichos de luminárias, por exemplo). Atende a condutores com até 6 mm de seção. Uma das ferramentas mais importantes, auxilia nas funções de corte, nas emendas e nas passagens de condutores. Disponíveis em diversos tamanhos, mas os mais usados têm oito polegadas.

Foto: Marcelo Scandaroli Alicate amperímetro
Possibilita a medição de correntes alternadas variadas, permitindo verificar se há subdimensionamento dos condutores e presença de corrente elétrica e, consequentemente, localizar o ponto exato do problema.


Foto: Marcelo Scandaroli
 

Chaves de fenda
5/32'' ou 1/8" (também conhecida como chave de borne):
para parafusos menores, como os de bornes (conectores)
3/16"ou 1/4": para fixação de espelhos e interruptores nas caixas de luz
5/16" ou 3/4": para fixação de elementos auxiliares (como buchas de expansão de náilon da parede) e em serviços de manutenção de equipamentos.

Foto: Marcelo Scandaroli



Chaves philips

Esse jogo de chaves deve seguir o mesmo critério de tamanho das chaves de fenda. Indicado para parafusos de cabeça com corte cruzado (sem fendas).


PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>

Publicidade