Publicidade

Planejamento

Impermeabilização asfáltica

Saiba como calcular o consumo e a mão de obra necessária para aplicar asfalto moldado a quente

Reportagem: Fábio Busian
Edição 60 - Junho/2013
Foto: Marcelo Scandaroli
Antes de ser aplicado, o asfalto deve ser aquecido a 200°C. Por isso, para esse serviço, o operário deve contar com treinamento específico

A impermeabilização com asfalto moldado a quente se dá por meio da formação de uma membrana que, juntamente com um véu de poliéster, protege a estrutura contra infiltrações. Para tanto, lança mão dos seguintes materiais: asfalto oxidado, aquecedor de asfalto, véu de poliéster, primer asfáltico, papel Kraft ou filme de polietileno, esfregalho, rolo de pintura de lã de carneiro com pelo curto e recipiente de material resistente ao calor, como uma lata.

Para aplicação sobre o contrapiso, os cantos e encontros entre piso e parede precisam receber meias-canas para facilitar a colocação do véu de poliéster.

Em seguida, com o rolo de pintura, o primer asfáltico deve ser espalhado por toda a área a ser impermeabilizada, criando a ponte de aderência entre o contrapiso e o asfalto. Esse primer é aplicado, geralmente, na proporção de 0,4 l do produto para cada metro quadrado de área e leva, em média, quatro horas até secagem completa.

O primeiro cálculo é o da quantidade de primer. Assim, teremos:
Quantidade em litros = 0,4 l x área total

O próximo passo é aquecer o asfalto até que ele se torne um líquido viscoso, o que, em geral, ocorre quando a temperatura atinge cerca de 200°C. O asfalto, por sua vez, é consumido numa proporção de aproximadamente 4 kg/m².

Aquecido, o asfalto deve ser transferido para a lata para que seja aplicado de maneira uniforme com ajuda do esfregalho.

Para saber a quantidade de asfalto necessária, é preciso calcular da seguinte forma:
Quantidade em quilos = 4 kg x área total

Imediatamente após a aplicação, com o asfalto ainda quente, o véu de poliéster deve ser desenrolado no local. A quantidade de poliéster demandada é calculada a partir de um acréscimo de 10% sobre a área total. Isso porque é preciso prever a sobreposição entre camadas. Ou seja:
Quantidade de véu de poliéster = 1,1 x área total

Após a aplicação do véu, outras duas camadas de asfalto devem ser aplicadas, com intervalo de 30 minutos entre elas. De acordo com o engenheiro Lourenço Granato, diretor técnico da empresa Casa Seca Impermeabilizações, ainda é preciso fazer o teste de estanqueidade, que consiste em deixar a área impermeabilizada sob uma lâmina de 5 cm de água durante 72 horas. "Se, após esse tempo, não houver vazamento ou infiltração, significa que o procedimento foi feito com sucesso", salienta.

Antes da execução do revestimento, para evitar adesão da argamassa ao asfalto - o que poderia comprometer a impermeabilização -, é recomendável prever uma camada de papel Kraft ou filme polimérico no local, com o mesmo cálculo de sobreposição do véu de poliéster.

Ainda de acordo com Granato, um aplicador e um ajudante, sem muitos imprevistos, conseguem impermeabilizar uma área de 100 m² em oito horas de trabalho.

Cálculo prático
Vamos tomar como exemplo um sobrado com dois banheiros com 4,5 m x 3,5 m, ou 15,75 m² cada, uma lavanderia de 4 m x 4 m (16 m²), uma cozinha de 4,5 m x 5 m (22,5 m²) e uma varanda com 3,5 m x 2,5 m (8,5 m²).

Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli
A preparação do contrapiso nos cantos deve prever meias-canas que facilitam a aplicação do asfalto, evitando pontos de infiltração Imediatamente após a aplicação da primeira camada de asfalto, a área deve ser recoberta com véu de poliéster. Depois, outras duas demãos de asfalto devem ser aplicadas

Foto: Marcelo Scandaroli
Entre cada camada de asfalto é necessário esperar 30 minutos. Por esse motivo, aumentar a quantidade de operários não significa aumentar a produtividade

Somando todas as áreas, teremos: (15,75 x 2) + 16 + 22,5 + 8,5 = 78,5 m²

Para calcular a quantidade de cada produto, iremos aplicar as fórmulas já mostradas:
Primer
0,4 l x 78,5 m² = 31,4 l

Asfalto oxidado
4 kg x 78,5 m² = 314 kg por demão. Como são três camadas: 314 kg x 3 = 942 kg

Véu de poliéster e papel Kraft ou filme polimérico
78,5 x 1,10 = 86,35 m² de cada um

É interessante prever entre 5% e 10% de perdas para cada material. Em geral, aumentar a equipe significa acelerar o processo. No entanto, o ganho de produtividade é limitado pelos prazos de secagem das camadas.

Publicidade