Publicidade

Obras

Melhores Práticas

Veja dicas para execução de uma parede verde tipo canguru

Sistema consiste na junção de contêineres plásticos com plantas dispostos em colunas

Reportagem: Aline Mariane
Edição 69 - Março/2014
Foto: Anna Moser/Ecotelhado

Altura
É importante não fazer esse tipo de jardim vertical numa parede muito alta, pois, posteriormente, será necessário realizar a manutenção das plantas e a revisão dos pontos de irrigação. O ideal é que tenha, no máximo, 6 m de altura e que possa ser alcançada com escada, por exemplo.

 
Foto: Anna Moser/Ecotelhado



Iluminação

Para a saúde das plantas, é importante que a parede seja bem iluminada. No caso de jardins internos, onde não há a incidência de raios solares, é necessário instalar luzes artificiais.


Foto: Anna Moser/Ecotelhado



Marcação

O instalador deve atentar ao nível e ao prumo e fazer marcações com giz para colocação das cremalheiras metálicas. Devem ser colocadas na parede duas cremalheiras para cada coluna. O distanciamento entre as cremalheiras é de 27,5 cm. Esta distância é indicada também no manual de instruções.


Foto: Anna Moser/Ecotelhado

Fixação
As cremalheiras são fixadas à parede com uso de buchas e parafusos.

Foto: Anna Moser/Ecotelhado Foto: Anna Moser/Ecotelhado

Contêineres plásticos
É importante não deixar espaço entre os contêineres. Quando um está sobreposto ao outro, a água não chega até a parede e escorre para as plantas de baixo, promovendo a irrigação. Além disso, dessa maneira as raízes se entrelaçam e se desenvolvem juntas por toda a parede.

Foto: Anna Moser/Ecotelhado


Manutenção

Neste tipo de parede, como os contêineres estão fixados por ganchos, é possível trocar as plantas da parede ou sua ordem.


Apoio técnico: João Manuel, engenheiro agrônomo da Ecotelhado.

Publicidade