Publicidade

Obras

Passo a passo: instalação de parede curva de drywall

Sistema permite a execução de paredes com raios de curvatura de até 30 cm, mas exige marcação adequada e correto espaçamento entre montantes

Reportagem: Valentina Figuerola
Edição 76 - Outubro/2014

Paredes em drywall aceitam raios de curvatura de até 30 cm. No entanto, alguns cuidados são recomendados, como a adoção apenas em ambientes internos, o umedecimento das chapas antes de curvá-las quando o raio for inferior a 1 m e o posicionamento entre montantes a, no máximo, 60 cm de distância.

Por isso, antes de iniciar a marcação, obtenha a medida do raio de curvatura da parede e a localização do ponto de origem do raio. A transferência da marcação do ponto do piso para o teto deve ser feita com auxílio do prumo de centro. "Divida o raio de curvatura por cinco para determinar o espaçamento entre montantes", explica Alessandro Mendes, monitor técnico da Knauf do Brasil. Depois de pronta a estrutura, duas chapas de 6,5 mm de espessura são parafusadas em cada face da parede na posição horizontal. As juntas devem ser trabalhadas normalmente, com massa e fitas de papel apropriadas.


MATERIAIS E EPIS
Foto: Marcelo Scandaroli
As ferramentas necessárias para o procedimento são tesoura de aviação, tesoura elétrica, trena, lápis de carpinteiro, alicate puncionador, parafusadeira para drywall, nível de bolha, esquadro, estilete, perfis metálicos (guia e montante), chapa de drywall de 6,5 mm de espessura e parafusos TA25. Os equipamentos de proteção individual são sapato de segurança, capacete, luva e óculos de proteção.

Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli
Passo 1 - Faça marcações na alma e em uma das abas da guia a cada 5 cm utilizando o esquadro, trena e lápis de carpinteiro. Passo 2 - Corte exatamente nas marcações com auxílio de uma tesoura elétrica. Os cortes facilitarão a posterior curvatura da guia.

Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli
Passo 3 - Corte as sobras do perfil com tesoura de aviação.



Passo 4 - Meça o pé-direito com a trena para determinar a altura dos montantes, que devem ter 1 cm de folga para permitir a dilatação da estrutura.

Foto: Marcelo Scandaroli
Passo 5 - O comprimento dos montantes deve ser ajustado em função da medida encontrada na etapa anterior. Comece com a marcação da alma e abas do perfil.

DICA
Foto: Marcelo Scandaroli
A marcação da posição da parede no piso pode ser feita com uso de um perfil metálico com comprimento equivalente ao raio da curvatura desejada. O perfil deve ser fixado em uma de suas extremidades. Essa marcação também pode ser feita com linha de náilon, solução indicada para pisos que não podem ser perfurados.

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | Próxima >>

Publicidade