Publicidade

Obras

Tecnologia

Canteiro - Alojamentos termoisolantes

Sistema racionalizado facilita a montagem de estruturas provisórias com isolamento térmico

Reportagem: Romário Ferreira
Edição 85 - Julho/2015

Todo alojamento de obra deve estar em conformidade com as regras da Norma Regulamentadora no 18 (NR-18), do Ministério do Trabalho. É o mínimo para estabelecer o bem-estar dos trabalhadores durante o período de obra. Mas, para melhorar ainda mais o conforto, algumas construtoras têm investido em alojamentos com painéis termoisolantes, compostos geralmente por espuma de poliuretano e chapas de aço. Os painéis são entregues na obra já pintados e prontos para serem montados. O processo de instalação é simples e, em geral, chega a ser 60% mais rápido em relação à montagem de alojamentos de madeira. Isso porque os painéis dispensam acabamento e são facilmente encaixáveis. Além disso, o material não propaga chamas e reduz o calor interno dos ambientes, devido ao poliuretano, que é um isolante térmico. O ponto negativo é o custo, maior que o da madeira, por exemplo. Até por isso o uso dos painéis é mais comum em alojamentos de obras grandes, de longo prazo.

NORMA TÉCNICA

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou, em maio deste ano, a norma ABNT NBR 16373:2015 - Telhas e Painéis Termoacústicos - Requisitos de Desempenho. O novo texto, que passou a valer em 18 de junho, estabelece os requisitos de classificação de desempenho para especificação, encomenda, fabricação e fornecimento de telhas e painéis metálicos. A norma diz, entre outros itens, que para a classificação das telhas e painéis termoacústicos devem ser realizados cálculos de transmitância térmica para cada configuração manufaturada ou construída que demonstrem a eficiência de isolamento térmico. A classificação quanto ao isolamento térmico se dará conforme a tabela:

Conteúdo exclusivo para assinantes da Equipe de Obra

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos

Publicidade