Certo e errado: segurança e saúde nas obras

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO

A execução de revestimentos com laminados melamínicos usa uma cola com alto teor de gases tóxicos. Por isso, o trabalhador está certíssimo ao prepará-la usando luvas, óculos e máscara.

Fotos: Marcelo Scandaroli

ERRADO

O trabalho de corte de lajes abre um buraco no pavimento e imediatamente gera um problema de segurança de trabalho em altura. No entanto, o trabalhador na foto está se arriscando, tanto por não usar o cinto de segurança, quanto por não usar o capacete.

Fotos: Marcelo Scandaroli

CERTO

Qualquer trabalho à beira de um trecho desprotegido da laje – como este, por onde os paletes de blocos de concreto são entregues no pavimento – exige que o trabalhador use cinto de segurança paraquedista. Ponto para ele e para quem cuida da obra.

Sofia Mattos

ERRADO

Nessa imagem, o erro está na falta de dois Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) indispensáveis durante a aplicação de revestimento de gesso: óculos, para proteger os olhos, e luvas, para evitar o contato direto com o material.

Colabore com a seção Certo e Errado – envie fotos em alta resolução sobre bons e maus exemplos relacionados à organização, segurança e saúde nos canteiros. Não serão identificadas construtoras ou obras. O objetivo da revista é orientação por meio de imagens. E-mail: equipedeobra@pini.com.br