Melhores práticas: cortador de piso e revestimento

Melhores práticas: cortador de piso e revestimento

Embalagem
Preste atenção nas informações contidas na caixa do produto. É lá que são especificados os tipos de materiais que podem ser cortados com a máquina, além de dicas gerais de segurança do operador. Não fazer uma leitura cuidadosa das instruções pode levar a equívocos que encurtam a vida útil do produto.

 

Posição da placa
É possível realizar cortes com a peça de revestimento na horizontal ou na vertical. Quando na horizontal, utilize a trava para que a peça não se mova. Se preferir fazer o corte com a peça na vertical, é preciso segurar com a própria mão. Nos dois casos é recomendado utilizar a régua de medição do equipamento, o que garante total precisão.

Corte de peças menores
Com a máquina também é possível separar os filetes, peças menores de revestimento que têm a função de preencher alguma falha ou detalhe de acabamento. Para isso a recomendação é cortar as peças aos poucos até chegar ao tamanho desejado, cortando sempre pela metade, conforme a sequência de fotos. Separar uma peça estreita direto de uma peça inteira sem cortes intermediários pode desequilibrar o equipamento e entortar as guias, comprometendo um bom desempenho.

Transporte
Um dos erros mais comuns na utilização da máquina de cortar piso é segurar nas guias para transportar o equipamento. Sempre leve a ferramenta pela alça de transporte. Caso sua máquina não tenha essa opção, carregue pela lateral.

Manutenção
Outra medida importante é lubrificar os carros, ou seja, a parte do equipamento que desliza sobre a peça de revestimento e garante a posição correta do corte. Para essa tarefa basta espalhar material lubrificante sobre as guias e mover o carro sobre toda a extensão da máquina, a fim de espalhar o produto. Não lubrificar o equipamento reduz a precisão do serviço.

Limpeza
A limpeza do produto deve ser feita após cada utilização. Para isso, pode-se usar uma escova, um pincel ou um pano seco. Limpe especialmente a área revestida com borracha, o mancal e as guias. Manter o equipamento livre de sujeira garante o bom funcionamento do sistema de corte.

Armazenagem
O equipamento sempre deve ser armazenado em lugar fechado e sem pó. Uma boa opção é guardar na própria caixa. Caso isso não seja possível, uma capa plástica ou um armário bem fechado são uma alternativa. A não armazenagem de maneira correta amplia o risco de acidentes e expõe o equipamento a danos.

 

Reportagem: Mauricio Besana

Apoio técnico: Irwin Ferramentas