Plantas: caixilharia

Plantas: caixilharia

Casas muito próximas exigiram dos arquitetos de condomínio horizontal no bairro do Brooklin, em São Paulo, caixilharia especial. A solução proposta pelo escritório Pessoa Arquitetos se apropriou de um elemento típico da arquitetura colonial portuguesa: os muxarabiês, que funcionam como uma espécie de veneziana. Especialmente criado para garantir a privacidade das casas, o muxarabiê é formado por placas de madeira freijó composta de réguas na horizontal e vertical. As réguas da frente, na vertical, estão espaçadas a cada 1,2 cm, e as horizontais, na parte de trás, a cada 12 cm. No trecho das fachadas que corresponde aos dormitórios, no pavimento superior, o elemento de madeira é móvel. Foram executadas esquadrias de alumínio do tipo camarão, cuja face externa recebe o muxarabiê. No térreo, onde o elemento é fixo, parede e esquadrias recebem um quadro de madeira fixo, executado com caibro de 5 cm por 5 cm, para receber o muxarabiê (a parte fixa).

Por Isadora Macedo