Melhores práticas: conheça a bucha ideal para os diferentes tipos de paredes e garanta resistência na fixação

Melhores práticas: conheça a bucha ideal para os diferentes tipos de paredes e garanta resistência na fixação

Escolher com cuidado o modelo da bucha antes de prender qualquer objeto na parede é a chave para garantir uma fixação segura e efetiva. “Para que não ocorram problemas nesse sentido é imprescindível verificar o tipo de parede (material-base), e respeitar a carga (peso) descrita na embalagem da bucha”, explica Rafael Matoshima, gerente de produtos da Fischer Brasil.

A marca alemã é autoridade no assunto. Seu fundador, Artur Fischer, foi o criador da famosa bucha. Mas o que poucos sabem é que existe um tipo específico de bucha para cada superfície. E ainda, na dúvida de qual escolher, há modelos universais, que têm inteligência de adaptação. “Caso não exista nenhuma informação referente ao tipo de parede (material base), indicamos as buchas universais”, adverte Matoshima. No Brasil, são comuns as paredes de tijolo cerâmico, bloco de concreto, gesso acartonado e placas cimentícias. O manual do proprietário ou o projeto que a construtora entrega ao condomínio traz em esse tipo de informação, essencial para a escolha da bucha correta. Conheça a seguir os tipos de bucha para cada superfície e a maneira correta de fixação de cada um delas.

Bucha SXR – A bucha Chumbador

Indicada para materiais de construção sólidos e ocos. Carga compatível com a de um chumbador mecânico, com muito mais praticidade na instalação. Não necessita de porca e arruela. Permite menor distância entre fixação e bordas e, por exigir um furo pequeno, evita a ruptura do material base.

Bucha S – A fixação clássica e tradicional para base maciça

A Bucha S, inventada por Artur Fischer, fundador do grupo Fischer, foi produzida pela primeira vez em 1958, sendo hoje o fixador mais copiado por inúmeros fabricantes.

Bucha SX – A bucha para concreto

A bucha de nylon com 4 lados de expansão garante uma fixação segura, permite antirrotação e uma carga elevada. Aba flexivel para fixação passante.

DUOTEC – A bucha para cargas elevadas em placas

Foi projetada especialmente para instalação em placas com espessura de até 12,5 mm. É indicada para paredes ocas e maciças, tais como: concreto, bloco oco, placas de gesso acartonado(drywall) painéis de madeira e plástico. Os objetos podem ser fixados com parafusos ou ganchos.

Bucha HDF – A fixação ideal para cargas leves em drywall

Foi desenvolvida para placas de gesso acartonado. Também pode ser aplicada em madeira e fibrocimento. Tem excelente elasticidade, o que permite amortecimento de vibrações.

DUOPOWER – Combinação de tecnologia e inteligência

É a evolução da bucha universal e da bucha para concreto. É forte e inteligente com múltiplas habilidades funcionais, instalação por meio de expansão, dobramento ou nó. Garante, dessa forma, melhor desempenho do produto em diferentes materiais base (concreto, concreto celular, bloco maciço, bloco oco, placas de gesso e placas de madeira).

Bucha Universal UX – A fixação segura para todo tipo de material base

Versátil, é indicada para usuários que desconhecem a origem do material base. Produzida com nylon de alta qualidade, a Bucha UX pode ser aplicada tanto em bases maciças como ocas, devido à sua contração em forma de “nó”, formado a partir do rosquear do parafuso. Oferece fixação segura para todo tipo de material base (concreto, concreto celular, bloco maciço, bloco oco, placas de gesso e placas de madeira).

Por Allaf Barros

Fonte: Rafael Matoshima, gerente de produto da Fischer Brasil