obra

Materiais: pré-lajes de tabuleiro

Já há muito tempo utilizadas em obras de infraestrutura – especialmente na construção de tabuleiros de pontes e viadutos, coberturas de galerias e reservatórios e em estruturas de contenção – as pré-lajes de concreto vêm sendo também cada vez mais empregadas na construção de edifícios de múltiplos pavimentos, sejam comerciais ou residenciais, e em projetos de shoppings centers e galpões industriais. São vários os motivos deste avanço, a começar pela

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO Veja só: luvas, capacete, óculos de proteção e máscara que impede a inalação de pó. É assim que se deve trabalhar no corte de blocos de concreto. Até o protetor auricular está ali. Ou você preferiria ficar surdo com o barulho da serra gritando alto no seu ouvido? ERRADO A escolha do local de armazenamento não poderia ser pior. Sem qualquer proteção, o lugar está todo alagado. A consequência

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO Os equipamentos de proteção individual (capacete, óculos de proteção, luvas e cinto de ancoragem devidamente afivelado) estão todos aí. E a divisão por dois trabalhadores do esforço de erguer o equipamento de ar-condicionado demonstra apreço à segurança e à ergonomia. ERRADO O que vemos aqui é um dublê de Indiana Jones, que se pendurou no prédio, ou apenas uma espécie de turista acompanhado de um guia desavisado? Trabalho em

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO Força e precisão são os segredos de um bom chapisco. A medida certa é dosar a força de lançamento da argamassa e evitar mudar a colher de pedreiro de mão. A posição do corpo também ajuda no serviço bem-feito: como é destro, ele chapisca a parede a partir da esquerda e fica de frente para a superfície. ERRADO Esta obra parece ser do dono da rua, mas é apenas

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO Isolar as obras com guarda-corpo é essencial para a segurança dos pedestres, mesmo que não haja risco de quedas em altura. Além disso, a obra não ocupa parte da calçada para os serviços e nem para o depósito de materiais de construção. ERRADO A obstrução de calçadas com materiais de construção, além de colocar a vida de pedestres em risco – que passam a ter de dividir a rua

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO Aqui o operário está mais do que prevenido: além do capacete, não dispensa os óculos de proteção para não ser atingido por algum prego ou lasca de madeira durante a instalação de tapumes. Também não abre mão de luvas mais resistentes. ERRADO Durante trabalhos em fachadas os trabalhadores devem utilizar algum equipamento de movimentação vertical e apoio, como o andaime. Aí, além de se equilibrarem sobre uma escada e

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO Inalar qualquer produto que contenha solvente na formulação pode trazer sérios problemas de saúde. Por isso, o uso de máscara de proteção é indispensável na hora de utilizar o verniz para pinturas. Além disso, o operário também não dispensa as luvas, os óculos e as botas. ERRADO Para executar serviços a mais de 2 m de altura, o operário precisa usar um cinto de segurança preso a uma linha

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO Luvas, capacete, máscara e óculos: o aplicador da argamassa projetada com canequinha está de parabéns, usando todos os equipamentos de proteção necessários para o serviço. ERRADO O descuido dessa obra com a segurança no trabalho é geral. Preste atenção: ninguém está usando capacete, nem cinto de segurança para se proteger contra quedas dessa laje. Só com muita sorte para não acontecer nenhum acidente grave! CERTO O cuidado da moça

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO É comum ouvir que os operários dispensam as luvas porque acreditam que o EPI atrapalha o tato na execução de alguns serviços. Durante a pintura dessa parede, o trabalhador não abre mão da segurança: em vez das luvas convencionais de látex, que são mais grossas, ele opta pelas de vinil. ERRADO O asfalto utilizado em pavimentações é altamente tóxico. Um dos agentes que mais se destacam nas emissões que

Certo e errado: segurança e saúde nas obras

CERTO Pode parecer errado, mas para melhorar a sensibilidade durante os serviços de instalações elétricas os operários podem dispensar as luvas de proteção. Mas atenção: antes de começar o serviço, é indispensável desenergizar os circuitos, para não sofrer choques elétricos. ERRADO Tinha tudo para estar certo: trabalho em altura realizado com cinto de segurança preso a uma linha de vida, botas, capacete… Mas na hora de vestir as luvas, dispensou