projeto

Plantas: detalhamento de forro em projeto corporativo

Em função de seu uso original e do pé-direito baixo, o espaço foi bastante restritivo a alternativas de passagem de ar condicionado, rede de dados e instalações elétricas. Diante dessa dificuldade, fez-se necessário planejamento rigoroso de todas as instalações, conforme revela o desenho em corte. A obra localizada em São Paulo foi concluída em 2017 e revela o cuidado da arquiteta Flavia Cancian com o trabalho de fluidez e conversa

Plantas: aço e concreto

Oprojeto da Imobiliária Kogake, do escritório Obra Arquitetos – da dupla Thiago Natal Duarte e João Paulo Daolio -, é dotado de estrutura híbrida. No subsolo é usado o concreto armado para o arrimo e, sobre esta base é instalada a estrutura metálica que se ergue sobre o nível da rua em quatro pavimentos. Para descrever o encontro das peças metálicas com a estrutura de concreto, além de evidenciar camadas

Plantas: paredes de drywall

Projetos de auditório consideram em primeiro lugar em sua concepção a devida comodidade de pessoas em um mesmo espaço. Também são considerados, no projeto, aspectos de conforto térmico, acústico, segurança, acessibilidade e automação. Outro cuidado é a dimensão do auditório; dependendo da capacidade e do município onde será construído, esse espaço deve ser aprovado em separado do projeto global e possuir licença específica. Na planta a seguir é mostrado o

Plantas: escada

A s escadas são partes indispensáveis de edificações de diversos portes. Utilizadas principalmente como via de acesso em prédios de dimensões reduzidas, são também importantes vias de segurança e emergência em edificações de grande porte. No projeto de uma escada interna de edificação é importante atentar para o fluxo de pessoas esperado, o que influencia na largura, arranjo e quantidade de degraus. Em edifícios de grande porte, as escadas são

Passo a passo: como aplicar mantas termoacústicas em paredes de drywall

As paredes de drywall são versáteis, assumindo configurações variadas para atender a diferentes ambientes. Um exemplo é utilizar vedação desse tipo para garantir a qualidade termoacústica de edificações. Para isso, é necessária a instalação de isolantes térmicos entre as chapas de gesso. Para os parâmetros de desempenho e recomendações de projeto e instalação devem ser consideradas as normas NBR 15.575:2013 Edificações Habitacionais – Desempenho e NBR 15.758:2009 Sistemas Construtivos em

Plantas: fachada industrializada

Prazos apertados, custos controlados e a busca por alto desempenho são condições que muitas vezes levam à especificação da fachada industrializada. Os painéis utilizados no fechamento externo chegam prontos ao canteiro, mas às vezes são necessários pequenos ajustes nas peças para se adequarem ao desenho arquitetônico. A planta abaixo mostra um edifício comercial onde foram usados 320 painéis de concreto com revestimento interno de drywall e espessura de 10 cm.

Plantas: calçadas

Alguns tipos de projetos de edificações devem considerar a interação entre espaço privado e público, além de garantir um fluxo eficiente de pessoas e veículos entre esses dois ambientes. É o caso das calçadas de condomínios residenciais. A planta a seguir foi elaborada de acordo com o Programa Passeio Livre, instituído pela Prefeitura de São Paulo em 2012 com o objetivo de padronizar as calçadas da cidade. Segundo essa determinação,

Plantas: paredes de drywall

Sistemas de vedações de drywall permitem diversas configurações e atendem facilmente às demandas de desempenho termoacústico, desde que os detalhes de projeto sejam bem especificados e que estejam de acordo com os requisitos das normas NBR 15.575:2013 Edificações Habitacionais – Desempenho e NBR 15.758:2009 Sistemas Construtivos em Chapas de Gesso para Drywall – Projeto e Procedimentos Executivos para Montagem. O primeiro ponto a ser observado é o posicionamento das guias,

Plantas: drenagem de áreas externas

O projeto que detalha a execução do sistema de drenagem de áreas externas considera todas as áreas expostas às intempéries, indicando a contribuição de cada uma com relação ao volume de água a ser coletado. Da mesma forma, é esse documento que informa a direção de escoamento da água, demonstrando como os volumes se somam até o descarte na rede pública. As declividades entre as caixas de coleta também são

Raio-x: mantas de subcobertura

Melhorar o conforto térmico dentro das edificações é a principal função das mantas para subcobertura. Além de regular a transferência de calor entre ambiente externo e interno nos dias quentes, nos dias frios o sistema minimiza as perdas de calor que ocorrem durante a noite. Mas, além disso, o material também é amplamente usado como barreira física para entrada de água no forro, prevenindo danos que a umidade provoca nas